Fondation Gianadda - Robert Indiana - LOVE 2

Fondation Gianadda, em Martigny: um museu, cinco coleções

Este post faz parte da blogagem coletiva da RBBV para a #MuseumWeek! Se liga também nos posts da galera! Putz, mas o que é blogagem coletiva? É quando vários blogueiros se juntam pra falar de um assunto. No caso, pra comemorar a Museum Week que acontece esta semana (de 28 de março a 3 de abril). Aliás, se liga também que durante esta semana vai rolar tuitaço e muita divulgação com a tag #MuseumWeek! E fique de olho que no final da semana ainda vem um post com os museus favoritos de cada um!

Um museu já é legal, e um museu que vale por cinco? São cinco coleções completamente diferentes que convivem na Fondation Gianadda.

Ok, ok, você pode vir me falar que o Louvre tem inúmeras coleções ou mesmo que os museus do Vaticano também tem. Mas diz ae, qual é o tamanho, a fama e a idade desses museus?

Fondation Gianadda foi fundada em 19 de novembro de 1978, como uma forma de homenagem de Leonard para seu irmão Pierre Gianadda, que morreu alguns anos antes num acidente de avião. Daí ele decide construir no terreno que ele possuía, onde hoje podemos ainda ver ruínas de um templo galo-romano. Aliás, se contarmos com as ruínas, são seis coleções.

Entrada Fondation Gianadda
Ela pode parecer bem pequena por fora, mas por dentro tem tanta coisa…

Mas como a Martigny inteira é cheia de ruínas galo-romanas (entre elas até um anfiteatro em perfeito estado), e a cidade tem muito mais ruína do que a Fondation, vamos considerar apenas cinco coleções…

Fondation Gianadda - Ruínas romanas
Essa aqui é dentro do jardim da Fondation!

Aliás, a cidade em si merece um post, mas vou falar disso mais pra frente, hoje fiquemos com o museu já que estamos na #MuseumWeek!

O Museu é dividido em vários ambientes, super-aproveitando o espaço: logo na entrada fica a seção galo-romana, uma galeria cheia de achados da região: desde objetos de uso diário, como jarros decorados, até armaduras e maquetes de prováveis construções.

Fondation Gianadda - Objetos romanos
objetos…
Fondation Gianadda - Romano
oh, só, estátuas
Fondation Gianadda - Romanos 2
e objetos menos cotidianos…

Depois, descendo um andar, fica a parte de exposição temporária, que atualmente (e até junho de 2016) são quadros do franco-chinês Zao Wou-Ki, um artista especializado em abstratos muito influenciado pelo bernense Paul Klee, aliás.

ZAO WOU-KIAs cores explodem nos quadros

Devo dizer que essa exposição foi uma grande supresa, pois nunca tinha ouvido falar desse pintor, mas acabei muito sensibilizada pela sua obra, que é linda e cheia de emoção! São cores e texturas que se intercomunicam muito bem e acabaram por me impressionar imensamente.

Essa parte da exposição temporária é super interessante porque o andar em si fica um degrau abaixo de onde chega a escada, onde fica uma espécie de palco para palestras outros eventos.

Fondation Gianadda - dois andares
Acho que assim dá pra entender melhor o palco, né? (E dá um lig nas duas pessoas apreciando, que fofo!)

Mas onde ficam os quadros? Nas paredes que foram cantinhos diversos pelo andar.

Fondation Gianadda - Salão principal
E lá em cima fica a entrada

Ok, já terminamos essa parte. Agora é seguir pela pequena rampa que dá para a Salle Sam Szafran, pintor nascido em Paris, filho de imigrantes judeus poloneses, primeiro ele vive fortemente o abstratismo e algumas colagens, depois volta para figuração. E essa sala é dedicada principalmente aos estudos para o pavilhão de uma escadaria espiral exposto na Fondation. Na verdade, ela foi inaugurada para celebrar o décimo aniversário da obra.

Sala Sam Szafrán
Desenhos com estudos de estampas e sombras, dimensões…

Eu, sinceramente, gostei muito de ver os estudos. Aliás, acho que gostei mais dos estudos do que do painel pronto, mas isso é uma opinião pessoal.

A própria rampa, aliás, é de certa forma uma galeria – eu disse que eles aproveitaram bem o espaço! –, tava cheia de fotos de todas as estações do ano refletidas nas estátuas do jardim. Essas fotos foram tiradas por Michel Darbellay, fotógrafo e cineasta nascido na própria cidade de Martigny.

Fondation Gianadda - Corredor com fotos
Essa rampa mostrava o jardim da Fondation em todas as estações

Descendo até o final, fica o bar super retrô que poderia ser mais bem aproveitado,  porque eu achei lindo!

Fondation Gianadda - Bar
Olha que fofura!

Atravessando a porta, chegamos na coleção de automóveis antigos. Pra ser sincera, carro é a coisa que eu menos manjo, então achei legal ver aquele monte de carros antigos em super-bom estado, mas acredito não ter conseguido apreciar direito…

Fondation Gianadda - Expo carros

Foi legal ver um monte de marca diferente e os países de onde vieram

Fondation Gianadda - Expo carros
As placas até explicavam, mas pra mim não era muito…

Depois subi tudo e resolvi sair pro jardim. E foi a parte que eu fiquei de boca aberta! Fiquei boba em ver todas aquelas esculturas de artistas fantásticos assim, a céu aberto, todas juntas naquele jardim escondido entre as montanhas e vales do Valais! Tá, tá, nem tão escondido assim, porque afinal de contas, Martigny é a segunda maior cidade do cantão e fica do ladinho de Chamonix.

Fondation Gianadda - Aristide Maillol - Marie
Conheça “Marie” de Aristide Maillol
Fondation Gianadda - Claude Lalanne - La pomme de Guillaume Tell
Tipo essa Maçã de Guilherme Tell elaborada por Claude Lalanne

Pois é, a Fondation Gianadda tem esculturas de Miró, Chagall, Rodin, Niki de Saint-Phalle, Robert Indiana  e muitos outros que impressionam!

Fondation Gianadda - Joan Miró - Tête
Essa, por sinal, é de Miró, como bem parece. Chama-se Tête (ou cabeça, em francês)
Fondation Gianadda - Niki de Saint-Phalle - Les Baigneurs
Les Baigneurs de Niki de Saint-Phalle
Fondation Gianadda - Robert Indiana - LOVE 2
Não se esqueça de LOVE de Robert Indiana <3

Claro que fiquei tão impressionada e tirando tanta foto que o jardineiro – a única pessoa além de mim que encarou enfrentar  frio que tava pra ficar lá fora – da Fondation veio me perguntar se eu era jornalista, e depois veio puxar papo. Um senhor super simpático – que eu perguntei o nome, mas acabei perdendo onde anotei (je suis navrée, monsieur!) – que começou a me contar sobre a Fondation Gianadda, sobre seu fundador Leonard Gianadda e quando soube que eu vinha das terras tupiniquins, sobre uma brasileira super-guerreira que trabalhava lá perto e subia de noite a montanha enorme dali do lado, porque ela morava num vilarejo na montanha.

Fondation Gianadda - Alexander Calder - Stabile-Mobile
Foi bem na frente da Stabile-Mobile de Alexander Calder que eu conheci o simpático senhor

Depois dei ainda mais algumas voltas, parando especialmente na frente da sexta versão d’O Beijo, de Rodin. Obra que estudei inúmeras vezes durante a escola e que agora tinha na minha frente, assim, de surpresa, de sopetão e era verdade!

Fondation Gianadda - Rodin - O beijo

Fondation Gianadda - Rodin - O beijo de perto
Que, aliás, fotografei milhões de vezes <3

Outra obra que me chamou especificamente a atenção foi uma escultura de uma mulher sentada num banco de parque na frente de um pequeno lago que circula um pouco.

Fondation Gianadda - George Segal - Woman with sunglasses 1

Era uma obra de um artista que eu também não conhecia – aliás, pelas minha andanças pelos museus suíços, acabei percebendo o quanto ignorava a arte até então –,  George Segal. A escultura, aliás, tinha um nome bem explícito: Woman with sunglasses on the park bench.

Fondation Gianadda - frente de Woman with sunglasses on the park bench

Fondation Gianadda - George Segal - Woman with sunglasses on the park bench
Fiquei tão impressionada com essa mulher de óculos escuros que não me contive em fotografar de diversas maneiras!
Fondation Gianadda - Cour Chagall
E não se esqueça de Chagall e sua fonte (que estava desligada por causa do frio

Claro que em pleno frio de inverno, a seção de pic-nic tava fechada, mas é possível piquenicar por lá! Além disso, tinha uma outra seção que estava fechada quando fui, então possivelmente deixei de falar de uma parte!

Fondation Gianadda - Jardim da fundação
Essa simpática casa estava fechada :(

Mas em compensação, pude ver uma exposição no jardim de fotos de meados do século passado!

Fondation Gianadda - Exposição de fotos
essa aqui :)
Fondation Gianadda - Pinheiro em homenagem a Leonard Gianadda
Esse pinheiro foi plantado em homenagem a Leonard Gianadda e Pierre-Marcel Favre

E da Fondation Gianadda, você pode seguir pro Musée du Saint-Bernard (dedicado ao cachorro e ao Monte) e para o anfiteatro de fica lá do lado.

E quanto custa a entrada da Fondation Gianadda? CHF 18 pra adultos, CHF 16 pra sêniors e CHF 10 pra estudantes! Mas lembre-se são vários museus em um!

A Fondation fica na Rue du Forum 59, no limite da chamada Martigny romana.

E aí, curtiu o(s) museu(s) da Fondation Gianadda? Então deixa um joinha ae, ou compartilha ou manda por e-mail pros seus amigos, ou aluga um avião e manda a URL pra todo mundo ;P

Tem mais foto no Flickr!

E não esquece de ver também os posts da galera da RBBV pra aproveitar ao máximo essa #MuseumWeek! 😀 

Geral
A Fragata Surprise – Casas-museus: a vida cotidiana de gente muito especial
Despachadas – 5 Museus Interativos ao redor do mundo

Europa
Alemanha
Tá indo pra onde? – Ilha dos Museus
Viajoteca – 5 museus inusitados em Berlin
Pelo Mundo Com Vc- Museu do Holocausto ou Memorial aos Judeus Mortos da Europa
Já Fomos – Visitando o Campo de Concentração em Dachau
Pequenos pelo Mundo – Museus de Automóveis na Alemanha
A Li na Alemanha – Museu Mercedes-Benz
Bulgária
Escolho Viajar – Museu Nacional de História Militar
Croácia
Rodinhas nos Pés – Museu Croata de Arte Primitiva
Espanha
Virando Gringa – Museo Atlantico
Comendo Chucrute e Salsicha – Museo de Artes y Costumbres Populares de Sevilla
Esto Es Madrid, Madrid – Museo de Altamira
Sol de Barcelona – Museu Joan Miro
França
Viagem LadoB – Museé D’Orsay
A Path to Somewhere – Centre Pompidou
Destinos por onde andei… – Louvre
Direto de Paris – Musée Rodin
SOSViagem – Museu do Louvre X Museu d’Orsay
Apure Guria – Antigo Egito no Museu do Louvre: incrível!
Grécia
Viaje Sim! – Museu Arqueológico de Delos
Fourtrip – Museus de Atenas
Holanda
Novo Caroneiro – Sexmuseum
Hungria
Juntando Mochilas – Museu do Terror
Irlanda
The Life of isa – 4 museus gratuitos em Dublin
Itália
Passeios na Toscana – Palazzo Pitti
The Nat’s Corner – Pinacoteca de Brera
Vou pra Roma – Museus do Vaticano
Roma Pra Você – Galleria Borghese
Grazie a Te – Corredor Vasariano
Reino Unido
No Mundo da Paula – Museum of London
Vamos Viajar – British Museum
Segredos de Londres – Victoria and Albert Museum
Mochilão Barato – Madame Tussauds
República Tcheca
Trilhas e Cantos – Museu do Comunismo
Rússia
Viajei Bonito – Museu da Vodka
Love and Travel – Museu Hermitage
Suécia
Viajar pela Europa – Museu Vasa
Suíça
Carta sem Portador – Fondation Gianadda
Turquia
Viagem a Dois – Palácio Topkapi
Travel with Pedro – Museu de Arte Islâmica e Turca

América do Sul
Argentina
Sonhando em Viajar – Buque Museo Fragata A.R.A. “Presidente Sarmiento”
Brasil
Coisos on the go – Inhotim
E aí, Férias! – Museu Imperial
Outro blog – Museu do Amanhã
#KariDesbrava – Museu Nacional de Belas Artes
O Melhor Mês do Ano – Museu do Futebol
Cantinho de Ná – Museu do Frevo
De Cá Pra Lá – Museu Palácio dos Bandeirantes
Viagens que Sonhamos – Fundação Iberê Camargo
Orientando-se pelo Mundo – Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil
Nativos do Mundo – Museu da República
Atravessar Fronteiras – CCBB – DF
Embarque neste blog – Museu Casa Guilherme de Almeida
Vida de Turista – Museu de Ciências e Tecnologia da PUC-RS
Mel a Mil pelo Mundo – Museu Julio de Castilhos
Rodando pelo Ceará – 5 Museus Incríveis para Conhecer no Ceará
Devaneios de Biela – Museu Oscar Niemeyer (Museu do Olho)
Tirando Férias – Museu de Zoologia da USP
Viagem em Detalhes – Museu Catavento – Espaço Cultural da Ciência
D&D Mundo Afora – 9 museus no Brasil
Estrangeira – MAMuseu: Museu Histórico de Alcântara
Chile
Gastando Sola Mundo Afora – Museo Chileno de Arte Precolombino
Peru
De Mochila e Caneca – Museu da Inquisição

América do Norte
Estados Unidos
Família Viagem – Fernbank Museum of Natural History
Janela para o Mundo – Graceland
RenataPereira.tv – Bibliotecas e Museus presidenciais nos EUA
Aquele Lugar – Museu do Ar e Espaço
Fica Dica Viagens – Vizcaya Museum
Casal Califórnia – Museus no Balboa Park
Malas e Panelas – The Broad Museum
Felipe, o pequeno viajante – Museu de Anchorage, Alaska
Ideias na mala – Melhores Museus de San Francisco
México
Viagem de Fuga – Museu Frida Kahlo
Viviendo en el México Mágico! – Museo Nacional de Antropologia
Uzi Por Aí – Museu Soumaya

Asia
China
Like Wanderlust – Museu Qin e os Guerreiros de Terracota
Vietnã
Brazuka – Museu da Guerra (War Remnants Museum)
Japão
A Aventura Começa – Museu Meijimura

Oceania
Australia
Coordenadas do mundo – Museu de Arte Contemporânea

Comentários